Carrinho:

0 item(s) - R$0,00
Nenhum produto no carrinho.

0

A maior Loja Virtual de produtos para Jipes 4x4 Off-Road, Picapes e Tratores.

Aqui respiramos Off-Road!
atendimento

Itens 1 para 15 de 225 total

Tabela  Lista 

  1.          Pneu 33x12,5 R15 Mud-Terrain - GT Radial Adventuro Com Lateral mais Reforçada do mercado, 70% off road

    Pneu 33x12,5 R15 Mud-Terrain - GT Radial Adventuro Com Lateral mais Reforçada do mercado, 70% off road

    Pneu GT Adventuro 33X12,5X15 Mud-Terrain durabilidade média em uso misto 80.000 km 70% Offroad - 30% Onroad Considerado o Pneu Offroad Mais Reforçado do Mercado Homologações em Montadoras:
    CHERY QQ, CHERY TIGGO, CHERY FACE, CHERY CIELO ,JAC J3, JAC J3 TOURING, JAC J6, CHEVROLET CLASSIC,CHEVROLET CORSA, CHEVROLET PRISMA, CHEVROLET CELTA.
    A marca GT Radial foi condecorada com o título de "melhor relação qualidade/preço" pela revista americana de automóveis "Motor". Fundada em 1951, tornou-se actualmente o maior fabricante de pneus do Sudeste Asiático. A nível mundial, a GT Radial está no top 20 dos fabricantes. Situada num ambiente natural propício ao seu desenvolvimento, onde o cauchu é a mais importante das matérias-primas, a GT Radial convence pela qualidade dos seus pneus, concebidos para se adequarem sempre de melhor maneira aos gostos dos consumidores. Estes pneus são conhecidos em uma centena de países pela sua tendência tecnológica avançada e o sua aparencia muito moderna. Seduziram igualmente o grupo Michelinque adquiriu, em 2005, uma boa parte das ações. Um golpe de mestre se considerarmos que a GT Radial colaborou sempre com fabricantes conceituados como a Pirelli, BF Goodrich e Yokohama.


    INMETRO 042
    Detalhes

    Preço: R$1.370,00

    Preço Especial R$799,00

  2.                    Guincho 12.000 lbs Elétrico  / 5400kg  Linha Profissional Winch 2017 12v. GRÁTIS CONTROLE REMOTO SEM FIO + CONTROLE REMOTO COM FIO -

    Guincho 12.000 lbs Elétrico / 5400kg Linha Profissional Winch 2017 12v. GRÁTIS CONTROLE REMOTO SEM FIO + CONTROLE REMOTO COM FIO -

    Guincho 12000 Elétrico Winch Pro-Line 2016 GRÁTIS CONTROLE REMOTO SEM FIO Os Guinchos Winch Pro-Line 2015 acabam de chegar no Brasil e foram completamente atualizados com recursos pesados para desempenho e durabilidade reforçada. Variando de 9.000 lbs para 16.000 lbs de capacidade, guinchos Winch Pro- Line Series 2015 pode lidar com qualquer situação que você pode entrar. Cada guincho Winch Pro dispõe de uma série de motor e uma engrenagem planetária System 3-Stage com relações de transmissão revistos para o aumento do poder de puxar. Cada guincho é concluído em um fosco UV-resistente revestimento preto robusto com hardware de aço, grandes dimensões para fornecer-lhe com um grande sistema de visual que facilita a manutenção. Cada guincho Winch Pro, agora possui gancho forjado de reboque de aço e uma caixa de solenóide redesenhada com maior versatilidade. Se você está procurando um guincho equipado com um guincho corda sintética, olhar para o Winch com Kevlar, para o máximo em potência e desempenho. O guincho Winch é fabricado pela maior empresa de Guinchos do mundo, fabricando também para as maiores e mais conhecidas marcas do Brazil e do mundo, proporcionando maior confiabilidade. A Gama em parceria com a Winch, mudou o conceito de Guinchos, baixando o custo e eliminando até 4 intermediações que anteriormente tornavam o produto muito mais caro. Winch Pro é o Guincho completo para salva-lo(a) de qualquer situação e possui om o músculo e confiabilidade para salvá-lo de qualquer situação. Winch inclui garantia Mecânica e Elétrica de 1 ano. Em recente trilha na Transamazônica 5 marcas não fabricadas pela Winch mais o Winch 9.000 foram testadas exaustivamente, sendo que o Winch foi o único guincho que chegou funcionando até final com 27 dias de uso constante. Nenhum guincho de reboque, inclusive o Winch poderá ser usado exercendo força para puxar e soltar, pois o sistema de retorno do mesmo funciona com freio inercial e tel uso e motivo de perda de garantia. Caso queira descer algo muito pesado, poderá inverter o cabo, que passará a trabalhar engrenado para soltar, porém para voltar a puxar deverá voltar o cabo na posição original. Outro motivo de perda de garantia é enrrolar todo o cabo de um unico lado do carretel, sem que seja guiado pelo operador, fatalmente o cabo não caberá de um único lado, fazendo com que a própria força do guincho quebre sua estrutura. Ao utilizar o guincho recomenda-se que sejam colocados pesos com areia por todo o cabo evitando acidentes no caso de rompimento do mesmo. Capacidade de Tração: 12000LBS / 5400 Kg Alimentação: 12v Acompanha: 1 - Controle Remoto c/ Fio 1 - Controle Remoto s/ Fio 1 - Cabo de 3/8" com 30 Metros de Comprimentos 1 - Guia do Cabo de Aço Guincho elétrico winch é bom? Ter um guincho no seu 4×4 pode ser um dos acessórios mais importantes para uma aventura Off Road. Afinal, ninguém deseja ficar no meio da mata sem ter como pedir socorro caso o carro atole, o motor morra ou uma tora bloqueie o caminho. Isso seria ainda pior para quem gosta de praticar o Off Road com a família. São inúmeras as situações em que o guincho pode ser a salvação da sua viagem. E mais importante do que ter um sistema de guincho é ter um equipamento em que você possa confiar, que ofereça alta qualidade e segurança. Não adiantaria nada ter um guincho no carro se ele não aguentar o tranco e quebrar logo no começo da viagem. O Guincho Elétrico Winch é o melhor guincho do Brasil e do mundo. E para você entender o porquê dessa afirmação, vamos contar a história de como o winch foi trazido à terra tupiniquim. Como o Winch chegou ao Brasil O Brasil era muito atrasado em equipamentos Off Road, principalmente se comparado aos Estados Unidos e a Austrália, que dominam esse mercado mundialmente. Ter um guincho no 4×4 era considerado coisa de milionário, já que esse equipamento custava cerca de 12 a 15 mil reais. Por isso, mesmo que desejassem esse equipamento, os jipeiros se quer sonhavam com a possibilidade de um dia ter um. Pensando nisso, a Gama 4×4 foi até os Estados Unidos para buscar entender o custo alto e analisar as melhores marcas de guinchos do mundo. Esses equipamentos são, na verdade, produzidos na China, enviado para os Estados Unidos – que colocam sua marca e dão a garantia do produto – e então exportado para os outros países, como o Brasil. Com os impostos, tributações e a diferença cambial, o guincho acabou se tornando um equipamento de alto custo. Em seguida, a equipe da Gama 4×4 foi para a China com a intenção de descobrir quem era a fabricante desses guinchos e, no terceiro dia de pesquisas, eles chegaram à fábrica Winch. Caixas que continham guinchos com as marcas comercializadas nos Estados Unidos e na Austrália estavam lá por toda a parte para serem exportadas e os donos da fábrica explicaram que acima de 100 guinchos eles poderiam fazer a produção com a marca que o cliente pedisse. Antes de começar a importação, no entanto, a Gama 4×4 realizou diversos testes com esses guinchos em terras brasileiras. Afinal, era importante verificar a funcionalidade do equipamento nas condições climáticas do nosso país tropical. Um dos testes foi realizado durante uma viagem transamazônica, onde havia outros 7 carros participantes e apenas o guincho da winch conseguiu chegar até o final da prova. Foi então que a Gama4x4 decidiu trazer a primeira leva de 100 guinchos, com preços acessíveis e bem diferentes dos que estavam em comercialização no Brasil. Desde então a Gama4x4 domina esse mercado no país, trazendo um equipamento de última geração com valores que cabem no bolso de todos os amantes do Off Road. Diferença entre o Winch e os Importados dos EUA Existe uma diferença entre os guinchos dos Estados Unidos, que são muito utilizados em regiões frias, na neve ou em locais muito secos e desertos, para os Winchs que são vendidos no Brasil. Quem viaja com um 4×4 no nosso país, precisa de algo que funcione em regiões quentes. Por isso, a Gama4x4 tomou o cuidado de pedir ao fabricante algumas adaptações. A primeira delas foi instalar um dissipador de calor. Apesar de não ter queimado nenhuma vez durante os testes, o sistema do guincho superaquecia e desligava, sendo necessário esperar cerca 20 minutos para religar. Com o dissipador de calor esse problema deixou de existir. O solenoide blindado foi outro pedido realizado pela Gama, já que muitas vezes os veículos precisam andar debaixo da água, como é o caso de uma transamazônica. Além disso os brasileiros podem optar pelo cabo de aço ou pelo cabo de kevlar, que é um material tão, ou até mais resistente que o aço, mas muito mais leve. Esse material é muito eficiente para prevenir acidentes, já que por ser leve não se corre o risco de chicotear de atingir alguém, caso o cabo se rompa. Os cabos de aço são responsáveis por muitos acidentes desse tipo e, algumas vezes, pode ser um acidente fatal. Uma prática muito comum nos Estados Unidos, para evitar que o cabo chicotei em caso de rompimento, é colocar peso em toda a extensão do aço. A preferência estética dos brasileiros também foi levada em consideração na ora de confeccionar os guinchos Winchs para o nosso país. Na China esses equipamentos são brilhantes, cromados e com cores vivas, já no Brasil, assim como nos Estados Unidos, a preferência é pelo fosco e, por isso, os guinchos são trazidos na cor preta e fosca. São todos esses fatores que fazem com que o os guinchos Winchs sejam tão procurados e tenham se tornados tão famosos no Brasil. A Winch é uma fábrica chinesa responsável por produzir os guinchos das melhores e mais famosas marcas do mundo, e nós preferimos revelar a fonte ao invés de colocar a nossa própria marca, o que tornou o produto ainda mais barato e, por isso, a Gama4x4 acredita ter um preço e uma qualidade imbatível.

    Detalhes

    Preço: R$2.699,00

    Preço Especial R$1.999,00

  3.   Quadro de Para brisa Especial de 3 Limpadores para Modelos: CJ-5 e CJ-6 de 1955 a 1983, maior angulo de visão e vidro verde

    Quadro de Para brisa Especial de 3 Limpadores para Modelos: CJ-5 e CJ-6 de 1955 a 1983, maior angulo de visão e vidro verde

    Através da eliminação dos motores de limpador superiores, houve uma redução da chapa interna, aumentando assim expressivamente a visibilidade mantendo o tamanho original externo do quadro. Além de contar com um motor de 2 velocidades acoplado na parte inferior do quadro, e mecanismo embutido na caixa com 3 limpadores. Acompanha vidro verde e borracha de fixação do vidro já montado, e pintura eletrostática preta.

    Detalhes

    Preço: R$1.440,00

    Preço Especial R$1.099,00

  4. Guincho Elétrico Winch 9.000lbs / 4310kg c/ Cabo de Kevlar GRÁTIS: Controle Remoto SEM FIO

    Guincho Elétrico Winch 9.000lbs / 4310kg c/ Cabo de Kevlar GRÁTIS: Controle Remoto SEM FIO


    A qualidade Winch agora equipado com: Cooler dissipador de calor Solenoide Blindado. Pintura Fosca epoxi (à pó, com maior resistência a Ferrugem) Alimentação:12V Capacidade: 9000lb / 4310kg Peso aproximado: 18 Kg Cabo de Kevlar de 30mts Dimensões 600x400x220mm

    Inclui Controle sem Fio + Controle com Fio O que é cabo de kevlar? Cabo de kevlar é bom? Você acabou de comprar o seu 4×4 e está ansioso para equipar seu carro e cair na estrada. Então você descobre que o guincho é um dos principais itens de segurança, vai até a loja comprar e não sabe o que responder quando o vendedor te pergunta: você prefere aço ou kevlar? Se você se identificou com essa situação, não se preocupe. Você não é o único. Aliás, a maioria dos iniciantes no off road nunca ouviram falar sobre os cabos de kevlar. Pensando nisso, resolvermos escrever esse artigo para te ajudar a entender o que é e por qual tipo de cabo optar. O kevlar é um tipo de material usado para fabricar o cabo do guincho, assim como existe o cabo de aço, existe o cabo de kevlar. A diferença é que o kevlar é muito mais resistente do que o aço, é mais leve e, por isso, mais seguro. Para se ter uma ideia, esse material é o mesmo usado na fabricação dos coletes a prova de balas. Quando falamos em segurança, é importante ter conhecimento dos tipos de acidentes que ocorrem muito comumente quando cabos de guinchos se rompem. Não é raro um cabo romper ao puxar veículos ou objetos muito pesados e o rompimento de um cabo de aço, por exemplo, pode causar acidentes graves ao chicotear, atingindo alguém que esteja por perto. Nesse sentido o kevlar é mais seguro, por ser mais leve ele não chicoteia ao arrebentar. O aço é um cabo muito bom e resistente, mas quem optar por esse material deve tomar alguns cuidados especiais. Toda a vez que você for utilizar o guincho com cabo de aço precisará colocar um peso por toda a extensão do cabo. Dessa forma, caso ocorra o rompimento, o aço não chicoteará, caindo direto no chão. O kevlar não chicotei, mas também exige alguns cuidados. O cabo feito com esse material não pode roçar em pedras ou em qualquer outra superfície, isso porque, apesar de ser mais resistente do que o aço, o atrito do cabo com pedras ou troncos, fará com que ele desfie e rompa. Por isso o cabo de kevlar precisa trabalhar livre e cabe a você verificar as condições em que estará usando o guincho. Portanto, ou você usa o cabo de aço da forma correta para evitar acidentes – colocando peso sobre toda a extensão do cabo -, ou você opta pelo cabo de kevlar, que em questão de custo, esse tipo de cabo é costuma valer o dobro do preço do cabo de aço, mas ainda assim é a melhor opção para quem é inexperiente, busca segurança e pretende praticar o off road com a família e com amigos. Guincho elétrico winch é bom? Ter um guincho no seu 4×4 pode ser um dos acessórios mais importantes para uma aventura Off Road. Afinal, ninguém deseja ficar no meio da mata sem ter como pedir socorro caso o carro atole, o motor morra ou uma tora bloqueie o caminho. Isso seria ainda pior para quem gosta de praticar o Off Road com a família. São inúmeras as situações em que o guincho pode ser a salvação da sua viagem. E mais importante do que ter um sistema de guincho é ter um equipamento em que você possa confiar, que ofereça alta qualidade e segurança. Não adiantaria nada ter um guincho no carro se ele não aguentar o tranco e quebrar logo no começo da viagem. O Guincho Elétrico Winch é o melhor guincho do Brasil e do mundo. E para você entender o porquê dessa afirmação, vamos contar a história de como o winch foi trazido à terra tupiniquim. Como o Winch chegou ao Brasil O Brasil era muito atrasado em equipamentos Off Road, principalmente se comparado aos Estados Unidos e a Austrália, que dominam esse mercado mundialmente. Ter um guincho no 4×4 era considerado coisa de milionário, já que esse equipamento custava cerca de 12 a 15 mil reais. Por isso, mesmo que desejassem esse equipamento, os jipeiros se quer sonhavam com a possibilidade de um dia ter um. Pensando nisso, a Gama 4×4 foi até os Estados Unidos para buscar entender o custo alto e analisar as melhores marcas de guinchos do mundo. Esses equipamentos são, na verdade, produzidos na China, enviado para os Estados Unidos – que colocam sua marca e dão a garantia do produto – e então exportado para os outros países, como o Brasil. Com os impostos, tributações e a diferença cambial, o guincho acabou se tornando um equipamento de alto custo. Em seguida, a equipe da Gama 4×4 foi para a China com a intenção de descobrir quem era a fabricante desses guinchos e, no terceiro dia de pesquisas, eles chegaram à fábrica Winch. Caixas que continham guinchos com as marcas comercializadas nos Estados Unidos e na Austrália estavam lá por toda a parte para serem exportadas e os donos da fábrica explicaram que acima de 100 guinchos eles poderiam fazer a produção com a marca que o cliente pedisse. Antes de começar a importação, no entanto, a Gama 4×4 realizou diversos testes com esses guinchos em terras brasileiras. Afinal, era importante verificar a funcionalidade do equipamento nas condições climáticas do nosso país tropical. Um dos testes foi realizado durante uma viagem transamazônica, onde havia outros 7 carros participantes e apenas o guincho da winch conseguiu chegar até o final da prova. Foi então que a Gama4x4 decidiu trazer a primeira leva de 100 guinchos, com preços acessíveis e bem diferentes dos que estavam em comercialização no Brasil. Desde então a Gama4x4 domina esse mercado no país, trazendo um equipamento de última geração com valores que cabem no bolso de todos os amantes do Off Road. Diferença entre o Winch e os Importados dos EUA Existe uma diferença entre os guinchos dos Estados Unidos, que são muito utilizados em regiões frias, na neve ou em locais muito secos e desertos, para os Winchs que são vendidos no Brasil. Quem viaja com um 4×4 no nosso país, precisa de algo que funcione em regiões quentes. Por isso, a Gama4x4 tomou o cuidado de pedir ao fabricante algumas adaptações. A primeira delas foi instalar um dissipador de calor. Apesar de não ter queimado nenhuma vez durante os testes, o sistema do guincho superaquecia e desligava, sendo necessário esperar cerca 20 minutos para religar. Com o dissipador de calor esse problema deixou de existir. O solenoide blindado foi outro pedido realizado pela Gama, já que muitas vezes os veículos precisam andar debaixo da água, como é o caso de uma transamazônica. Além disso os brasileiros podem optar pelo cabo de aço ou pelo cabo de kevlar, que é um material tão, ou até mais resistente que o aço, mas muito mais leve. Esse material é muito eficiente para prevenir acidentes, já que por ser leve não se corre o risco de chicotear de atingir alguém, caso o cabo se rompa. Os cabos de aço são responsáveis por muitos acidentes desse tipo e, algumas vezes, pode ser um acidente fatal. Uma prática muito comum nos Estados Unidos, para evitar que o cabo chicotei em caso de rompimento, é colocar peso em toda a extensão do aço. A preferência estética dos brasileiros também foi levada em consideração na ora de confeccionar os guinchos Winchs para o nosso país. Na China esses equipamentos são brilhantes, cromados e com cores vivas, já no Brasil, assim como nos Estados Unidos, a preferência é pelo fosco e, por isso, os guinchos são trazidos na cor preta e fosca. São todos esses fatores que fazem com que o os guinchos Winchs sejam tão procurados e tenham se tornados tão famosos no Brasil. A Winch é uma fábrica chinesa responsável por produzir os guinchos das melhores e mais famosas marcas do mundo, e nós preferimos revelar a fonte ao invés de colocar a nossa própria marca, o que tornou o produto ainda mais barato e, por isso, a Gama4x4 acredita ter um preço e uma qualidade imbatível. Detalhes

    Preço: R$3.256,50

    Preço Especial R$2.699,00

  5. Pneu 265/75 R16  GT Radial AT3 Adventuro All Terrain - medida Original para L-200 , Triton , Toyota Bandeirante, Toyota Hilux

    Pneu 265/75 R16 GT Radial AT3 Adventuro All Terrain - medida Original para L-200 , Triton , Toyota Bandeirante, Toyota Hilux

    Pneu 265/75 R16 GT Radial AT 3Adventuro All Terrain - Original para L200, Triton, Toyota Bandeirante, Toyota hilux Pneu AT3 é o pneu para todo terreno que mais se aproxima dos pneus Mud Terrain O Adventuro AT 3 é um pneu todo o terreno projetado para Jipes, pick ups e SUV. São agressivos com civilizadas maneiras de estrada. O Adventuro AT 3 fornece excelente dirigibilidade e aderência em piso molhado, com um passeio confortável em estrada e capacidade off-road excelente.


    INMETRO 042
    Detalhes

    Preço: R$854,93

    Preço Especial R$747,00

  6. Cabo Sintético de Kevlar 8mm - Ruptura de 6 Ton.  Ideal para Guincho 8.500lbs - 9.000lbs até 12.000lbs - 28 metros de cabo

    Cabo Sintético de Kevlar 8mm - Ruptura de 6 Ton. Ideal para Guincho 8.500lbs - 9.000lbs até 12.000lbs - 28 metros de cabo

    Cabo Sintético de Kevlar 8mm - Ruptura de 6 Ton. Ideal para Guincho 8.500lbs - 9.000lbs e 12.000 lbs Cabo de Aço ou Kevlar? O Guinchos possuem dois tipos de cabos, os de aço e os de Kevlar, ambos possuem a mesma finalidade. Os cabos fabricados em materiais metálicos em geral, são muito mais baratos que os cabos em Kevlar, porém os cabos em material sintético valem cada centavo investido. Os motivos disto são: 1 – Não enferruja: Não será necessário lubrificar o cabo de aço ao fim da trilha para evitar a oxidação, basta apenas lavar com água e sabão neutro. 2 – Peso: O Cabo de Aço adiciona de 15 à 20kg ao seu veículo, enquanto o Kevlar apenas 2kg, o que força menos o guincho. 3 – Manuseio Fácil: Caso você por algum motivo precise manusear o cabo, é muito mais fácil manusear um cabo de Kevlar com 2 kg, do que um de Aço com cerca de 20kg, não sendo necessário a utilização de luvas para manuseio. 4 – Segurança: Devido à elasticidade do cabo de Kevlar ser muito maior que a do de Aço, ele não retém tensão sob pressão, o que impede o chamado “Efeito Chicote” que acontece nos cabos de Aço. Mesmo que o cabo arrebente, não corre o risco de machucar ninguém, diferente dos cabos de Aço, que ao romper-se tendem à ir em direção ao veículo, causando danos ao veículo e muitas vezes acidentes com vítimas.

    O que é cabo de kevlar? Cabo de kevlar é bom? Você acabou de comprar o seu 4×4 e está ansioso para equipar seu carro e cair na estrada. Então você descobre que o guincho é um dos principais itens de segurança, vai até a loja comprar e não sabe o que responder quando o vendedor te pergunta: você prefere aço ou kevlar? Se você se identificou com essa situação, não se preocupe. Você não é o único. Aliás, a maioria dos iniciantes no off road nunca ouviram falar sobre os cabos de kevlar. Pensando nisso, resolvermos escrever esse artigo para te ajudar a entender o que é e por qual tipo de cabo optar. O kevlar é um tipo de material usado para fabricar o cabo do guincho, assim como existe o cabo de aço, existe o cabo de kevlar. A diferença é que o kevlar é muito mais resistente do que o aço, é mais leve e, por isso, mais seguro. Para se ter uma ideia, esse material é o mesmo usado na fabricação dos coletes a prova de balas. Quando falamos em segurança, é importante ter conhecimento dos tipos de acidentes que ocorrem muito comumente quando cabos de guinchos se rompem. Não é raro um cabo romper ao puxar veículos ou objetos muito pesados e o rompimento de um cabo de aço, por exemplo, pode causar acidentes graves ao chicotear, atingindo alguém que esteja por perto. Nesse sentido o kevlar é mais seguro, por ser mais leve ele não chicoteia ao arrebentar. O aço é um cabo muito bom e resistente, mas quem optar por esse material deve tomar alguns cuidados especiais. Toda a vez que você for utilizar o guincho com cabo de aço precisará colocar um peso por toda a extensão do cabo. Dessa forma, caso ocorra o rompimento, o aço não chicoteará, caindo direto no chão. O kevlar não chicotei, mas também exige alguns cuidados. O cabo feito com esse material não pode roçar em pedras ou em qualquer outra superfície, isso porque, apesar de ser mais resistente do que o aço, o atrito do cabo com pedras ou troncos, fará com que ele desfie e rompa. Por isso o cabo de kevlar precisa trabalhar livre e cabe a você verificar as condições em que estará usando o guincho. Portanto, ou você usa o cabo de aço da forma correta para evitar acidentes – colocando peso sobre toda a extensão do cabo -, ou você opta pelo cabo de kevlar, que em questão de custo, esse tipo de cabo é costuma valer o dobro do preço do cabo de aço, mas ainda assim é a melhor opção para quem é inexperiente, busca segurança e pretende praticar o off road com a família e com amigos.

    Detalhes

    Preço: R$1.250,00

    Preço Especial R$570,00

  7. Guincho Elétrico Winch 12.000lbs / 5400kg com Cabo de Kevlar O MAIS SEGURO DO MERCADO

    Guincho Elétrico Winch 12.000lbs / 5400kg com Cabo de Kevlar O MAIS SEGURO DO MERCADO

    - Guincho Elétrico Winch 12000lb / 5400kg - Acompanha cabo de Kevlar de 30 mts - Pintura fosca epoxi (à pó, mais resistente à Ferrugem) - Solenoide blindado - Controle remoto com fio - Controle remoto sem fio - após utilizar o cabo de kevlar, o mesmo deverá ser lavado e seco, - O cabo de kevlar não pode ser utilizado com rolete ou patesca tradicionais, deverá ser utilizado com equipamentos especiais para kevlar, perdendo a garantia no caso desfiar ou sofrer atrito. - Garantia de 1 ano O que é cabo de kevlar? Cabo de kevlar é bom? Você acabou de comprar o seu 4×4 e está ansioso para equipar seu carro e cair na estrada. Então você descobre que o guincho é um dos principais itens de segurança, vai até a loja comprar e não sabe o que responder quando o vendedor te pergunta: você prefere aço ou kevlar? Se você se identificou com essa situação, não se preocupe. Você não é o único. Aliás, a maioria dos iniciantes no off road nunca ouviram falar sobre os cabos de kevlar. Pensando nisso, resolvermos escrever esse artigo para te ajudar a entender o que é e por qual tipo de cabo optar. O kevlar é um tipo de material usado para fabricar o cabo do guincho, assim como existe o cabo de aço, existe o cabo de kevlar. A diferença é que o kevlar é muito mais resistente do que o aço, é mais leve e, por isso, mais seguro. Para se ter uma ideia, esse material é o mesmo usado na fabricação dos coletes a prova de balas. Quando falamos em segurança, é importante ter conhecimento dos tipos de acidentes que ocorrem muito comumente quando cabos de guinchos se rompem. Não é raro um cabo romper ao puxar veículos ou objetos muito pesados e o rompimento de um cabo de aço, por exemplo, pode causar acidentes graves ao chicotear, atingindo alguém que esteja por perto. Nesse sentido o kevlar é mais seguro, por ser mais leve ele não chicoteia ao arrebentar. O aço é um cabo muito bom e resistente, mas quem optar por esse material deve tomar alguns cuidados especiais. Toda a vez que você for utilizar o guincho com cabo de aço precisará colocar um peso por toda a extensão do cabo. Dessa forma, caso ocorra o rompimento, o aço não chicoteará, caindo direto no chão. O kevlar não chicotei, mas também exige alguns cuidados. O cabo feito com esse material não pode roçar em pedras ou em qualquer outra superfície, isso porque, apesar de ser mais resistente do que o aço, o atrito do cabo com pedras ou troncos, fará com que ele desfie e rompa. Por isso o cabo de kevlar precisa trabalhar livre e cabe a você verificar as condições em que estará usando o guincho. Portanto, ou você usa o cabo de aço da forma correta para evitar acidentes – colocando peso sobre toda a extensão do cabo -, ou você opta pelo cabo de kevlar, que em questão de custo, esse tipo de cabo é costuma valer o dobro do preço do cabo de aço, mas ainda assim é a melhor opção para quem é inexperiente, busca segurança e pretende praticar o off road com a família e com amigos. Guincho elétrico winch é bom? Ter um guincho no seu 4×4 pode ser um dos acessórios mais importantes para uma aventura Off Road. Afinal, ninguém deseja ficar no meio da mata sem ter como pedir socorro caso o carro atole, o motor morra ou uma tora bloqueie o caminho. Isso seria ainda pior para quem gosta de praticar o Off Road com a família. São inúmeras as situações em que o guincho pode ser a salvação da sua viagem. E mais importante do que ter um sistema de guincho é ter um equipamento em que você possa confiar, que ofereça alta qualidade e segurança. Não adiantaria nada ter um guincho no carro se ele não aguentar o tranco e quebrar logo no começo da viagem. O Guincho Elétrico Winch é o melhor guincho do Brasil e do mundo. E para você entender o porquê dessa afirmação, vamos contar a história de como o winch foi trazido à terra tupiniquim. Como o Winch chegou ao Brasil O Brasil era muito atrasado em equipamentos Off Road, principalmente se comparado aos Estados Unidos e a Austrália, que dominam esse mercado mundialmente. Ter um guincho no 4×4 era considerado coisa de milionário, já que esse equipamento custava cerca de 12 a 15 mil reais. Por isso, mesmo que desejassem esse equipamento, os jipeiros se quer sonhavam com a possibilidade de um dia ter um. Pensando nisso, a Gama 4×4 foi até os Estados Unidos para buscar entender o custo alto e analisar as melhores marcas de guinchos do mundo. Esses equipamentos são, na verdade, produzidos na China, enviado para os Estados Unidos – que colocam sua marca e dão a garantia do produto – e então exportado para os outros países, como o Brasil. Com os impostos, tributações e a diferença cambial, o guincho acabou se tornando um equipamento de alto custo. Em seguida, a equipe da Gama 4×4 foi para a China com a intenção de descobrir quem era a fabricante desses guinchos e, no terceiro dia de pesquisas, eles chegaram à fábrica Winch. Caixas que continham guinchos com as marcas comercializadas nos Estados Unidos e na Austrália estavam lá por toda a parte para serem exportadas e os donos da fábrica explicaram que acima de 100 guinchos eles poderiam fazer a produção com a marca que o cliente pedisse. Antes de começar a importação, no entanto, a Gama 4×4 realizou diversos testes com esses guinchos em terras brasileiras. Afinal, era importante verificar a funcionalidade do equipamento nas condições climáticas do nosso país tropical. Um dos testes foi realizado durante uma viagem transamazônica, onde havia outros 7 carros participantes e apenas o guincho da winch conseguiu chegar até o final da prova. Foi então que a Gama4x4 decidiu trazer a primeira leva de 100 guinchos, com preços acessíveis e bem diferentes dos que estavam em comercialização no Brasil. Desde então a Gama4x4 domina esse mercado no país, trazendo um equipamento de última geração com valores que cabem no bolso de todos os amantes do Off Road. Diferença entre o Winch e os Importados dos EUA Existe uma diferença entre os guinchos dos Estados Unidos, que são muito utilizados em regiões frias, na neve ou em locais muito secos e desertos, para os Winchs que são vendidos no Brasil. Quem viaja com um 4×4 no nosso país, precisa de algo que funcione em regiões quentes. Por isso, a Gama4x4 tomou o cuidado de pedir ao fabricante algumas adaptações. A primeira delas foi instalar um dissipador de calor. Apesar de não ter queimado nenhuma vez durante os testes, o sistema do guincho superaquecia e desligava, sendo necessário esperar cerca 20 minutos para religar. Com o dissipador de calor esse problema deixou de existir. O solenoide blindado foi outro pedido realizado pela Gama, já que muitas vezes os veículos precisam andar debaixo da água, como é o caso de uma transamazônica. Além disso os brasileiros podem optar pelo cabo de aço ou pelo cabo de kevlar, que é um material tão, ou até mais resistente que o aço, mas muito mais leve. Esse material é muito eficiente para prevenir acidentes, já que por ser leve não se corre o risco de chicotear de atingir alguém, caso o cabo se rompa. Os cabos de aço são responsáveis por muitos acidentes desse tipo e, algumas vezes, pode ser um acidente fatal. Uma prática muito comum nos Estados Unidos, para evitar que o cabo chicotei em caso de rompimento, é colocar peso em toda a extensão do aço. A preferência estética dos brasileiros também foi levada em consideração na ora de confeccionar os guinchos Winchs para o nosso país. Na China esses equipamentos são brilhantes, cromados e com cores vivas, já no Brasil, assim como nos Estados Unidos, a preferência é pelo fosco e, por isso, os guinchos são trazidos na cor preta e fosca. São todos esses fatores que fazem com que o os guinchos Winchs sejam tão procurados e tenham se tornados tão famosos no Brasil. A Winch é uma fábrica chinesa responsável por produzir os guinchos das melhores e mais famosas marcas do mundo, e nós preferimos revelar a fonte ao invés de colocar a nossa própria marca, o que tornou o produto ainda mais barato e, por isso, a Gama4x4 acredita ter um preço e uma qualidade imbatível.

    Detalhes

    Preço: R$3.424,00

    Preço Especial R$2.799,00

  8. Farol de Led com Armação Preta com 51W / 17 LEDs - 200 mts de Alcance Fog Lights AUS - Corporation

    Farol de Led com Armação Preta com 51W / 17 LEDs - 200 mts de Alcance Fog Lights AUS - Corporation

    Farol de Led com 51W / 17 LEDs - 200mts de Alcance Descrição do produto . Potência: 51 W . Tensão de funcionamento: 10-30 V DC . Taxa impermeabilidade: IP 67 . Leds: 17 * 3 W . Lumens 3740LM . Cor da Armação: preto . Temperatura de cor: 6500 K . Material: carcaça de alumínio . Material da lente: Polimetil-metacrilato (Acrílico) . Suporte de montagem: aço inoxidável . Tempo de vida útil: 30000horas . Tamanho: 202 mm * 160 mm * 86 mm Aplicações 1. Veículos de engenharia: escavadeiras, rolo compressor, guindaste e caminhão de mineração etc. 2. Veículos especializados: carro de bombeiros, carros de polícia, veículo de resgate, veículo de comunicação, veículo militar etc. 3. Veículos off-road: ATVs, SUV, caminhão, empilhadeira, trens, barco, ônibus, e tanques.

    Veja o Farol em Ação:



    Qual o melhor Farol de Led Off Road? Antes de falar qual é o melhor farol de LED para Off Road, é preciso explicar as diferenças e vantagens desse tipo de lâmpada de forma geral. Até aproximadamente o ano de 2012 o farol com lâmpada H era o que existia de melhor no mercado, mas com o surgimento das lâmpadas de LED para o farol dos veículos isso mudou completamente. As lâmpadas H consomem muito mais bateria e, por isso, esquecer o farol acesso era sinônimo de muita dor de cabeça, já que o carro certamente ficaria sem bateria. O mesmo não acontece com o farol de LED. Além do consumo de energia ser muito baixo, o LED é muito mais eficiente e tem maior alcance de iluminação, o que o torna uma opção muito mais segura. A lâmpada H, que está presente na maioria dos carros comuns, por exemplo, tem alcance de 50 metros. O farol de LED tem opções de 75, 100 e, alguns mais potentes, com alcance de 500 metros. Aliás, essa última distância é comprovadamente a distância máxima que o olho humano pode enxergar. Outro fator importante sobre o farol de LED é que são resistentes a água, ou seja, você pode entrar com o carro para atravessar um rio, por exemplo, com limite de um metro de profundidade, sem grandes problemas. Quando o farol estiver ligado debaixo da água ele terá um minuto antes de começar a embaçar e suar. Isso ocorre devido a diferença de temperatura interna e externa, mas não há nenhum risco de apagar ou queimar. Ele continuará funcionando e iluminando perfeitamente o trajeto e precisará apenas de uma limpeza de manutenção no final de tudo. Então, a conclusão é que além de mais econômicos, esse tipo de farol também garante mais segurança aos amantes do Off Road. Os faróis de LED no Brasil No Brasil o Off Road costumava ser atrasado se comparado a países como os Estados Unidos e Austrália, que são os países que comandam o Off Road no mundo. Para acompanhar a tecnologia em acessórios, a Gama 4×4 viajou para esses lugares para encontrar o fornecedor dos faróis de LED mais modernos que existem no mercado mundial e descobriram que os fabricantes eram chineses. Depois de um ano de testes para descobrir qual era o farol que não queimava, que era a prova d’água e que suportava as condições climáticas do Brasil, a Gama 4×4 conseguiu trazer o que existe de melhor em termos de farol de LED para Off Road. Hoje podemos falar que os veículos Off Road no Brasil são iguais aos melhores veículos de Off Road do mundo, por terem acesso a acessórios com tecnologia tão avançada quanto às encontradas nos Estados Unidos e na Austrália. Isso difere o Brasil dos demais países da América Latina, como por exemplo na Bolívia, onde os veículos são atrasados, com acessórios de 1970. Mas afinal, qual é o melhor farol de LED para Off Road? Existem dois tipos de farol de LED: O farol em barra, que pode ser reta ou curva e o farol comum, que pode ser redondo ou quadrado. Farol de LED tipo barra: As barras são mais eficientes para a iluminação, pois têm a capacidade de iluminar toda a estrada, tornando possível que o motorista enxergue não apenas a frente, mas as laterais também. As barras curvas são ainda melhores nesse sentido, pois ampliam o ângulo de iluminação. Esse tipo de farol é ideal para quem pende de estradas ruins e mal iluminadas. Para caminhoneiros, por exemplo, essa é uma ótima opção, pois muitas vezes as estradas escondem perigos que um farol comum não alcança. É muito comum em alguns lugares do Brasil existirem estradas à beira de abismos, que são extremamente perigosas a noite. Por isso o farol de LED tipo barra pode ser um item de segurança importante e se tornar a melhor opção. Farol de LED Quadrado e Redondo: Esse tipo de farol, no estilo Off Road, é responsável poder deixar o carro mais bonito. Um 4×4 com 5 ou 6 faróis na parte dianteira ganha um ar bem agressivo, e é isso que muitos dos praticantes de Off Road procuram. É muito comum encontrar carros com faróis de LED espalhados também pelas laterais e na traseira. Por ter um consumo de energia muito baixo, isso é completamente possível e seguro. A vantagem dos faróis redondos é que são manuseáveis e por isso são os mais escolhidos para o uso agrícola, já que permite que pessoa segure o farol na mão e direcione para onde quiser. Portanto, para escolher o melhor farol de LED para o seu 4×4 você precisa ter em mente quais são suas prioridades. Mas é claro que quanto maior for a capacidade de iluminação do farol, mais seguro será para as suas viagens. Em um Rally de Velocidade, por exemplo, onde o praticante percorre 100 metros em 6 ou 7 segundos, é fundamental que o farol tenha um bom alcance, como as opções que iluminam até 500 metros. Esse é sem dúvida um item essencial de segurança, que pode salvar a vida do praticante. Acesse o nosso site e veja qual opção de adequa melhor às suas necessidades. Temos 20 tipos diferentes de farol de LED, todos com a mais alta qualidade e tecnologia oferecida no mercado mundial de Off Road. Detalhes

    Preço: R$535,00

    Preço Especial R$277,00

  9. Farol de Led com Armação Vermelha com 51W / 17 LEDs  - 200 mts de Alcance Fog Lights AUS - Corporation

    Farol de Led com Armação Vermelha com 51W / 17 LEDs - 200 mts de Alcance Fog Lights AUS - Corporation

    Farol de Led com 51W / 17 LEDs - 200mts de Alcance Descrição do produto . Potência: 51 W . Tensão de funcionamento: 10-30 V DC . Taxa impermeabilidade: IP 67 . Leds: 17 * 3 W . Lumens 3740Lum . Cor da Armação: preto . Temperatura de cor: 6500 K . Material: carcaça de alumínio . Material da lente: Polimetil-metacrilato (Acrílico) . Suporte de montagem: aço inoxidável . Tempo de vida útil: 30000horas . Tamanho: 202 mm * 160 mm * 86 mm Aplicações 1. Veículos de engenharia: escavadeiras, rolo compressor, guindaste e caminhão de mineração etc. 2. Veículos especializados: carro de bombeiros, carros de polícia, veículo de resgate, veículo de comunicação, veículo militar etc. 3. Veículos off-road: ATVs, SUV, caminhão, empilhadeira, trens, barco, ônibus, e tanques.

    Veja o Farol em Ação:



    Qual o melhor Farol de Led Off Road? Antes de falar qual é o melhor farol de LED para Off Road, é preciso explicar as diferenças e vantagens desse tipo de lâmpada de forma geral. Até aproximadamente o ano de 2012 o farol com lâmpada H era o que existia de melhor no mercado, mas com o surgimento das lâmpadas de LED para o farol dos veículos isso mudou completamente. As lâmpadas H consomem muito mais bateria e, por isso, esquecer o farol acesso era sinônimo de muita dor de cabeça, já que o carro certamente ficaria sem bateria. O mesmo não acontece com o farol de LED. Além do consumo de energia ser muito baixo, o LED é muito mais eficiente e tem maior alcance de iluminação, o que o torna uma opção muito mais segura. A lâmpada H, que está presente na maioria dos carros comuns, por exemplo, tem alcance de 50 metros. O farol de LED tem opções de 75, 100 e, alguns mais potentes, com alcance de 500 metros. Aliás, essa última distância é comprovadamente a distância máxima que o olho humano pode enxergar. Outro fator importante sobre o farol de LED é que são resistentes a água, ou seja, você pode entrar com o carro para atravessar um rio, por exemplo, com limite de um metro de profundidade, sem grandes problemas. Quando o farol estiver ligado debaixo da água ele terá um minuto antes de começar a embaçar e suar. Isso ocorre devido a diferença de temperatura interna e externa, mas não há nenhum risco de apagar ou queimar. Ele continuará funcionando e iluminando perfeitamente o trajeto e precisará apenas de uma limpeza de manutenção no final de tudo. Então, a conclusão é que além de mais econômicos, esse tipo de farol também garante mais segurança aos amantes do Off Road. Os faróis de LED no Brasil No Brasil o Off Road costumava ser atrasado se comparado a países como os Estados Unidos e Austrália, que são os países que comandam o Off Road no mundo. Para acompanhar a tecnologia em acessórios, a Gama 4×4 viajou para esses lugares para encontrar o fornecedor dos faróis de LED mais modernos que existem no mercado mundial e descobriram que os fabricantes eram chineses. Depois de um ano de testes para descobrir qual era o farol que não queimava, que era a prova d’água e que suportava as condições climáticas do Brasil, a Gama 4×4 conseguiu trazer o que existe de melhor em termos de farol de LED para Off Road. Hoje podemos falar que os veículos Off Road no Brasil são iguais aos melhores veículos de Off Road do mundo, por terem acesso a acessórios com tecnologia tão avançada quanto às encontradas nos Estados Unidos e na Austrália. Isso difere o Brasil dos demais países da América Latina, como por exemplo na Bolívia, onde os veículos são atrasados, com acessórios de 1970. Mas afinal, qual é o melhor farol de LED para Off Road? Existem dois tipos de farol de LED: O farol em barra, que pode ser reta ou curva e o farol comum, que pode ser redondo ou quadrado. Farol de LED tipo barra: As barras são mais eficientes para a iluminação, pois têm a capacidade de iluminar toda a estrada, tornando possível que o motorista enxergue não apenas a frente, mas as laterais também. As barras curvas são ainda melhores nesse sentido, pois ampliam o ângulo de iluminação. Esse tipo de farol é ideal para quem pende de estradas ruins e mal iluminadas. Para caminhoneiros, por exemplo, essa é uma ótima opção, pois muitas vezes as estradas escondem perigos que um farol comum não alcança. É muito comum em alguns lugares do Brasil existirem estradas à beira de abismos, que são extremamente perigosas a noite. Por isso o farol de LED tipo barra pode ser um item de segurança importante e se tornar a melhor opção. Farol de LED Quadrado e Redondo: Esse tipo de farol, no estilo Off Road, é responsável poder deixar o carro mais bonito. Um 4×4 com 5 ou 6 faróis na parte dianteira ganha um ar bem agressivo, e é isso que muitos dos praticantes de Off Road procuram. É muito comum encontrar carros com faróis de LED espalhados também pelas laterais e na traseira. Por ter um consumo de energia muito baixo, isso é completamente possível e seguro. A vantagem dos faróis redondos é que são manuseáveis e por isso são os mais escolhidos para o uso agrícola, já que permite que pessoa segure o farol na mão e direcione para onde quiser. Portanto, para escolher o melhor farol de LED para o seu 4×4 você precisa ter em mente quais são suas prioridades. Mas é claro que quanto maior for a capacidade de iluminação do farol, mais seguro será para as suas viagens. Em um Rally de Velocidade, por exemplo, onde o praticante percorre 100 metros em 6 ou 7 segundos, é fundamental que o farol tenha um bom alcance, como as opções que iluminam até 500 metros. Esse é sem dúvida um item essencial de segurança, que pode salvar a vida do praticante. Acesse o nosso site e veja qual opção de adequa melhor às suas necessidades. Temos 20 tipos diferentes de farol de LED, todos com a mais alta qualidade e tecnologia oferecida no mercado mundial de Off Road. Detalhes

    Preço: R$535,00

    Preço Especial R$277,00

  10. Carroceria em Fibra Jeep 55 à 83 Cj5 Verde Militar (Completa sem o quadro)

    Carroceria em Fibra Jeep 55 à 83 Cj5 Verde Militar (Completa sem o quadro)


    Carroceria em Fibra Jeep 55 à 83 Cj5 Verde Militar (Completa sem o quadro) Fibra feita na cor verde militar depois é só pintar na cor que quiser . 1- Caixote 2- Paralamas 1- Capo 1- Grade Dianteira Características e vantagens: - Fibra reforçada, muito mais resistente em trilhas - Fibra feita com o gel na cor desejada evitando despesas com pintura - É recomendado polimento por profissional após a montagem - Possui as caixas de roda traseiras mais recuadas que a carroceria original, possibilitando que coloque o banco mais para trás, aumentando o espaço do motorista e passageiro. - Possui o painel de fogo mais recuado que a carroceira original, possibilitando a troca do motor por motores maiores. - Não possui abertura para o bocal do tanque, possibilitando que o proprietário escolha o tanque a ser adaptado no seu jeep e abra o fura somente no local escolhido. - Aceita retoques. Restauração: Carroceria de Fibra x Carroceria de Lata Na hora de restaurar um jipe muitas dúvidas podem surgir. Entre elas está a questão por optar pela carroceria de fibra ou pela carroceria original, de lata. Para que você entenda a diferença entre elas e escolha qual a melhor para você, Júnior, da Gama4x4 e também praticante do off road, dá algumas dicas e explica as diferenças entre elas. “São muitas as dificuldades encontradas para a restauração de um jipe, desde o alto custo até o tempo de demora. Primeiro você precisa comprar toda a lataria, depois mandar para o funileiro, que tem uma mão de obra muito cara e nunca cumpre com o prazo. Por isso, nós fizemos a carroceria de fibra. Fomos os primeiros a criar esse material para o jipe”, conta Júnior. A grande vantagem da carroceria de fibra está no tempo de restauração. Como a carroceria já vem pronta e na cor desejada, sem precisar pintar, a restauração que poderia demorar um ano para ser finalizada, ficará pronta em apenas um mês. “Então se ele comprou o carro e quer começar logo a praticar o off road, em um mês ele já estará com tudo pronto. A carroceria de lata original é linda. Mas ela dá muito trabalho para restaurar e nesse meio tempo a pessoa acaba até desistindo”. A carroceira de fibra também tem a vantagem de ser mais leve e mais resistente na trilha, sem correr o risco de trincar ou quebrar. Júnior ainda ressalta que, em caso de batidas ou acidentes, o impacto é menor. “Em um impacto, em um acidente, os danos são muito menores para os passageiros e para o motorista, o que torna essa carroceria muito mais segura também. E garanto que a aparência fica tão bonita quanto a de lata”. Mas quando se fala em valor, a carroceria de lata tem muito mais peso. “No mercado off road o jipe com carroceria de fibra não perde valor. Um Jeep Willys, por exemplo, pode em torno de 25 mil reais se estiver equipado e sem equipamento em torno de 15 mil. Com a carroceria de fibra ele irá manter esse valor. Mas no mercado da restauração, ele desvaloriza. Isso porque, um Willys de 12 mil reais, depois de restaurado, com a carroceria de lata, pode chegar a valer até mais de 100 mil reais. O de fibra nunca vai chegar a esse valor”, explica Júnior. O grande diferencial de um veículo original, com carroceria de lata, é que ele não perder valor, e isso não se aplica somente ao Brasil. O jipe restaurado com a carroceria de lata tem um valor alto e reconhecido mundialmente. Júnior diz que “você vai ver crise onde o imóvel desvaloriza, os carros comuns desvalorizam. Mas um carro de restauração só valoriza. Ele muda o dono, mas nunca perde valor”. Um jipe básico pode custar em média entre 12 e 15 mil reais para restaurar. E esse mesmo veículo, depois de restaurado com a carroceria original, pode chegar a valer 150 mil reais, com todos os acessórios, placa preta, metralhadora e outros adicionais de época. Por isso, essa é a melhor opção para colecionadores. Júnior explica que quem restaura jipes e outros veículos antigos, como o Opala e o Ford 29, pode ganhar muito dinheiro, mas “o único problema é que quem restaura esse tipo de carro, ganha amor pelo veículo e não vende mais. Nos EUA é a mesma coisa. Lá você compra um Mustang por um valor irrisório que, depois de restaurado, pode valer algo em torno de 300 mil reais. Eu não conheço nada que dê tanto dinheiro”. Portanto, para escolher a melhor carroceria para o seu jipe você tem que ter em mente qual é o seu objetivo. Se quer um veículo de coleção ou se precisa de um 4×4 para praticar off road. Detalhes

    Preço: R$6.200,00

    Preço Especial R$4.499,00

  11. Farol de Led com Armação Amarela com 51W / 17 LEDs - 200 mts de Alcance  Fog Lights AUS - Corporation

    Farol de Led com Armação Amarela com 51W / 17 LEDs - 200 mts de Alcance Fog Lights AUS - Corporation

    Farol de Led com 51W / 17 LEDs - 200 mts de Alcance Descrição do produto . Potência: 51 W . Tensão de funcionamento: 10-30 V DC . Taxa impermeabilidade: IP 67 . Leds: 17 * 3 W . Lumens 3740LM . Cor da Armação: preto . Temperatura de cor: 6500 K . Material: carcaça de alumínio . Material da lente: Polimetil-metacrilato (Acrílico) . Suporte de montagem: aço inoxidável . Tempo de vida útil: 30000horas . Tamanho: 202 mm * 160 mm * 86 mm Aplicações 1. Veículos de engenharia: escavadeiras, rolo compressor, guindaste e caminhão de mineração etc. 2. Veículos especializados: carro de bombeiros, carros de polícia, veículo de resgate, veículo de comunicação, veículo militar etc. 3. Veículos off-road: ATVs, SUV, caminhão, empilhadeira, trens, barco, ônibus, e tanques.

    Veja o Farol em Ação:



    Qual o melhor Farol de Led Off Road? Antes de falar qual é o melhor farol de LED para Off Road, é preciso explicar as diferenças e vantagens desse tipo de lâmpada de forma geral. Até aproximadamente o ano de 2012 o farol com lâmpada H era o que existia de melhor no mercado, mas com o surgimento das lâmpadas de LED para o farol dos veículos isso mudou completamente. As lâmpadas H consomem muito mais bateria e, por isso, esquecer o farol acesso era sinônimo de muita dor de cabeça, já que o carro certamente ficaria sem bateria. O mesmo não acontece com o farol de LED. Além do consumo de energia ser muito baixo, o LED é muito mais eficiente e tem maior alcance de iluminação, o que o torna uma opção muito mais segura. A lâmpada H, que está presente na maioria dos carros comuns, por exemplo, tem alcance de 50 metros. O farol de LED tem opções de 75, 100 e, alguns mais potentes, com alcance de 500 metros. Aliás, essa última distância é comprovadamente a distância máxima que o olho humano pode enxergar. Outro fator importante sobre o farol de LED é que são resistentes a água, ou seja, você pode entrar com o carro para atravessar um rio, por exemplo, com limite de um metro de profundidade, sem grandes problemas. Quando o farol estiver ligado debaixo da água ele terá um minuto antes de começar a embaçar e suar. Isso ocorre devido a diferença de temperatura interna e externa, mas não há nenhum risco de apagar ou queimar. Ele continuará funcionando e iluminando perfeitamente o trajeto e precisará apenas de uma limpeza de manutenção no final de tudo. Então, a conclusão é que além de mais econômicos, esse tipo de farol também garante mais segurança aos amantes do Off Road. Os faróis de LED no Brasil No Brasil o Off Road costumava ser atrasado se comparado a países como os Estados Unidos e Austrália, que são os países que comandam o Off Road no mundo. Para acompanhar a tecnologia em acessórios, a Gama 4×4 viajou para esses lugares para encontrar o fornecedor dos faróis de LED mais modernos que existem no mercado mundial e descobriram que os fabricantes eram chineses. Depois de um ano de testes para descobrir qual era o farol que não queimava, que era a prova d’água e que suportava as condições climáticas do Brasil, a Gama 4×4 conseguiu trazer o que existe de melhor em termos de farol de LED para Off Road. Hoje podemos falar que os veículos Off Road no Brasil são iguais aos melhores veículos de Off Road do mundo, por terem acesso a acessórios com tecnologia tão avançada quanto às encontradas nos Estados Unidos e na Austrália. Isso difere o Brasil dos demais países da América Latina, como por exemplo na Bolívia, onde os veículos são atrasados, com acessórios de 1970. Mas afinal, qual é o melhor farol de LED para Off Road? Existem dois tipos de farol de LED: O farol em barra, que pode ser reta ou curva e o farol comum, que pode ser redondo ou quadrado. Farol de LED tipo barra: As barras são mais eficientes para a iluminação, pois têm a capacidade de iluminar toda a estrada, tornando possível que o motorista enxergue não apenas a frente, mas as laterais também. As barras curvas são ainda melhores nesse sentido, pois ampliam o ângulo de iluminação. Esse tipo de farol é ideal para quem pende de estradas ruins e mal iluminadas. Para caminhoneiros, por exemplo, essa é uma ótima opção, pois muitas vezes as estradas escondem perigos que um farol comum não alcança. É muito comum em alguns lugares do Brasil existirem estradas à beira de abismos, que são extremamente perigosas a noite. Por isso o farol de LED tipo barra pode ser um item de segurança importante e se tornar a melhor opção. Farol de LED Quadrado e Redondo: Esse tipo de farol, no estilo Off Road, é responsável poder deixar o carro mais bonito. Um 4×4 com 5 ou 6 faróis na parte dianteira ganha um ar bem agressivo, e é isso que muitos dos praticantes de Off Road procuram. É muito comum encontrar carros com faróis de LED espalhados também pelas laterais e na traseira. Por ter um consumo de energia muito baixo, isso é completamente possível e seguro. A vantagem dos faróis redondos é que são manuseáveis e por isso são os mais escolhidos para o uso agrícola, já que permite que pessoa segure o farol na mão e direcione para onde quiser. Portanto, para escolher o melhor farol de LED para o seu 4×4 você precisa ter em mente quais são suas prioridades. Mas é claro que quanto maior for a capacidade de iluminação do farol, mais seguro será para as suas viagens. Em um Rally de Velocidade, por exemplo, onde o praticante percorre 100 metros em 6 ou 7 segundos, é fundamental que o farol tenha um bom alcance, como as opções que iluminam até 500 metros. Esse é sem dúvida um item essencial de segurança, que pode salvar a vida do praticante. Acesse o nosso site e veja qual opção de adequa melhor às suas necessidades. Temos 20 tipos diferentes de farol de LED, todos com a mais alta qualidade e tecnologia oferecida no mercado mundial de Off Road. Detalhes

    Preço: R$447,00

    Preço Especial R$277,00

  12. Pneu Gt Radial Adventuro 235/85 R16 - Medida original Land Rover Defender 32,5 polegadas de altura PROMOÇÃO

    Pneu Gt Radial Adventuro 235/85 R16 - Medida original Land Rover Defender 32,5 polegadas de altura PROMOÇÃO

    Pneu Gt Radial Adventuro 235/85r16 Mud Terrain - Medida original Land Rover Defender

    Pneus de uso misto, para percursos 70% em asfalto (on road) e 30% fora-de-estrada (off road). Composto de banda especial Alta resistência a cortes e picotamento, resultando em um desempenho superior em terrenos off-road Desenho com blocos e sulcos largos     Proporciona excelente capacidade alto-limpante e excepcional tração em terrenos lamacentos Construção com cinta de aço dupla          Proporciona robustez extra. Mantendo um contato firme da banda mesmo em condições agressivas

    Desenho agressivo criando tração excepcional em superfícies exigentes, blocos piramidais e sulcos largos proporcionando excelente resistência contra a aquaplanagem e diminuindo a retenção de pedras. Carcaça com perfil especial e desenho com ombros sólidos otimizando da tração o desempenho em curvas e resistência superior contra danos.

    Homologações em Montadoras:
    CHERY QQ, CHERY TIGGO, CHERY FACE, CHERY CIELO ,JAC J3, JAC J3 TOURING, JAC J6, CHEVROLET CLASSIC,CHEVROLET CORSA, CHEVROLET PRISMA, CHEVROLET CELTA.
     
    A marca GT Radial foi condecorada com o título de "melhor relação qualidade/preço" pela revista americana de automóveis "Motor". Fundada em 1951, tornou-se actualmente o maior fabricante de pneus do Sudeste Asiático. A nível mundial, a GT Radial está no top 20 dos fabricantes. Situada num ambiente natural propício ao seu desenvolvimento, onde o cauchu é a mais importante das matérias-primas, a GT Radial convence pela qualidade dos seus pneus, concebidos para se adequarem sempre de melhor maneira aos gostos dos consumidores. Estes pneus são conhecidos em uma centena de países pela sua tendência tecnológica avançada e o sua aparencia muito moderna. Seduziram igualmente o grupo Michelinque adquiriu, em 2005, uma boa parte das ações. Um golpe de mestre se considerarmos que a GT Radial colaborou sempre com fabricantes conceituados como a Pirelli, BF Goodrich e Yokohama.


    INMETRO 042
    Detalhes

    Preço: R$910,00

    Preço Especial R$597,00

  13.       Pneu GT Radial Adventuro 305/70 R16  maior que um pneu 33 de altura com Lateral Reforçada

    Pneu GT Radial Adventuro 305/70 R16 maior que um pneu 33 de altura com Lateral Reforçada

    Homologações em Montadoras:
    Homologado em diversas montadoras pneu ideal para quem deseja levantar a altura das pick up's Ranger, S 10, Land Rover Defender, Jeep Mitsubishi L 200, Triton , Toyota Bandeirante, Toyota Hilux A marca GT Radial foi condecorada com o título de "melhor relação qualidade/preço" pela revista americana de automóveis "Motor". Fundada em 1951, tornou-se actualmente o maior fabricante de pneus do Sudeste Asiático. A nível mundial, a GT Radial está no top 20 dos fabricantes. Situada num ambiente natural propício ao seu desenvolvimento, onde o cauchu é a mais importante das matérias-primas, a GT Radial convence pela qualidade dos seus pneus, concebidos para se adequarem sempre de melhor maneira aos gostos dos consumidores. Estes pneus são conhecidos em uma centena de países pela sua tendência tecnológica avançada e o sua aparencia muito moderna. Seduziram igualmente o grupo Michelinque adquiriu, em 2005, uma boa parte das ações. Um golpe de mestre se considerarmos que a GT Radial colaborou sempre com fabricantes conceituados como a Pirelli, BF Goodrich e Yokohama.


    INMETRO 042
    Detalhes

    Preço: R$1.391,00

    Preço Especial R$899,00

  14. Carroceria em Fibra Vermelha Jeep Willys 55 à 83 Cj5 (Completa sem o quadro)

    Carroceria em Fibra Vermelha Jeep Willys 55 à 83 Cj5 (Completa sem o quadro)


    1- Caixote 2- Paralamas 1- Capo 1- Grade Dianteira Características e vantagens: - Fibra reforçada, muito mais resistente em trilhas - Fibra feita com o gel na cor desejada evitando despesas com pintura - É recomendado polimento por profissional após a montagem - Possui as caixas de roda traseiras mais recuadas que a carroceria original, possibilitando que coloque o banco mais para trás, aumentando o espaço do motorista e passageiro. - Possui o painel de fogo mais recuado que a carroceira original, possibilitando a troca do motor por motores maiores. - Não possui abertura para o bocal do tanque, possibilitando que o proprietário escolha o tanque a ser adaptado no seu jeep e abra o fura somente no local escolhido. - Aceita retoques. Restauração: Carroceria de Fibra x Carroceria de Lata Na hora de restaurar um jipe muitas dúvidas podem surgir. Entre elas está a questão por optar pela carroceria de fibra ou pela carroceria original, de lata. Para que você entenda a diferença entre elas e escolha qual a melhor para você, Júnior, da Gama4x4 e também praticante do off road, dá algumas dicas e explica as diferenças entre elas. “São muitas as dificuldades encontradas para a restauração de um jipe, desde o alto custo até o tempo de demora. Primeiro você precisa comprar toda a lataria, depois mandar para o funileiro, que tem uma mão de obra muito cara e nunca cumpre com o prazo. Por isso, nós fizemos a carroceria de fibra. Fomos os primeiros a criar esse material para o jipe”, conta Júnior. A grande vantagem da carroceria de fibra está no tempo de restauração. Como a carroceria já vem pronta e na cor desejada, sem precisar pintar, a restauração que poderia demorar um ano para ser finalizada, ficará pronta em apenas um mês. “Então se ele comprou o carro e quer começar logo a praticar o off road, em um mês ele já estará com tudo pronto. A carroceria de lata original é linda. Mas ela dá muito trabalho para restaurar e nesse meio tempo a pessoa acaba até desistindo”. A carroceira de fibra também tem a vantagem de ser mais leve e mais resistente na trilha, sem correr o risco de trincar ou quebrar. Júnior ainda ressalta que, em caso de batidas ou acidentes, o impacto é menor. “Em um impacto, em um acidente, os danos são muito menores para os passageiros e para o motorista, o que torna essa carroceria muito mais segura também. E garanto que a aparência fica tão bonita quanto a de lata”. Mas quando se fala em valor, a carroceria de lata tem muito mais peso. “No mercado off road o jipe com carroceria de fibra não perde valor. Um Jeep Willys, por exemplo, pode em torno de 25 mil reais se estiver equipado e sem equipamento em torno de 15 mil. Com a carroceria de fibra ele irá manter esse valor. Mas no mercado da restauração, ele desvaloriza. Isso porque, um Willys de 12 mil reais, depois de restaurado, com a carroceria de lata, pode chegar a valer até mais de 100 mil reais. O de fibra nunca vai chegar a esse valor”, explica Júnior. O grande diferencial de um veículo original, com carroceria de lata, é que ele não perder valor, e isso não se aplica somente ao Brasil. O jipe restaurado com a carroceria de lata tem um valor alto e reconhecido mundialmente. Júnior diz que “você vai ver crise onde o imóvel desvaloriza, os carros comuns desvalorizam. Mas um carro de restauração só valoriza. Ele muda o dono, mas nunca perde valor”. Um jipe básico pode custar em média entre 12 e 15 mil reais para restaurar. E esse mesmo veículo, depois de restaurado com a carroceria original, pode chegar a valer 150 mil reais, com todos os acessórios, placa preta, metralhadora e outros adicionais de época. Por isso, essa é a melhor opção para colecionadores. Júnior explica que quem restaura jipes e outros veículos antigos, como o Opala e o Ford 29, pode ganhar muito dinheiro, mas “o único problema é que quem restaura esse tipo de carro, ganha amor pelo veículo e não vende mais. Nos EUA é a mesma coisa. Lá você compra um Mustang por um valor irrisório que, depois de restaurado, pode valer algo em torno de 300 mil reais. Eu não conheço nada que dê tanto dinheiro”. Portanto, para escolher a melhor carroceria para o seu jipe você tem que ter em mente qual é o seu objetivo. Se quer um veículo de coleção ou se precisa de um 4×4 para praticar off road. Detalhes

    Preço: R$6.200,00

    Preço Especial R$4.499,00

  15.        Guincho Elétrico Bremen 3.000lbs / 1360Kg IDEAL PARA QUADRICICLO

    Guincho Elétrico Bremen 3.000lbs / 1360Kg IDEAL PARA QUADRICICLO

    Guincho Elétrico Bremen 3.000lbs / 1360Kg Alimentação: 12v Cabo: 9.2m (L) x 5.5mm (Ø) Motor: 1HP Dimensões estimadas: 300(C)x105(L)x105(A)mm Acompanha roletes, Controle remoto com fio; Garantia de 1 ano Detalhes

    Preço: R$970,00

    Preço Especial R$759,00

Itens 1 para 15 de 225 total

Tabela  Lista